Setembro Amarelo: Secretarias da Educação e da Saúde promovem palestra virtual sobre prevenção ao suicídio

Como parte da Campanha Setembro Amarelo, que está mobilizando as escolas estaduais em diferentes atividades em torno da prevenção ao suicídio, será realizada mais uma webpalestra sobre a temática, nesta quinta-feira (12). A palestra virtual será transmitida, às 14h30, pelo link (http://telessaude.ba.gov.br).

A ação, que é promovida pelas secretarias Estaduais da Educação e Saúde, abordará “O suicídio na população negra”, com o psicólogo social, Valter da Mata Filho, que também é responsável pelo Serviço de Psicologia do Centro de Referência de Combate ao Racismo e Intolerância Religiosa Nelson Mandela.

As ações na SEC acontecem por meio do programa Saúde do Professor, com o objetivo de promover uma maior compreensão e conscientização da comunidade escolar sobre o problema. As palestras virtuais acontecerão todas as terças e quintas-feiras deste mês. As escolas também estão realizando palestras, debates, mesas redondas e caminhadas, a exemplo da caminhada promovida pela comunidade escolar do Colégio Estadual Pedro Ribeiro, no bairro do São Caetano (foto).

Outra iniciativa nas escolas é a divulgação do Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio (Neps), da SESAB. O serviço, que integra o portfólio do Centro de Antiveneno da Bahia (Ciave), atua na prevenção de suicídios e na redução de reincidências da tentativa destes eventos. A equipe do núcleo é formada por enfermeiros, psicólogas, terapeutas ocupacionais, psiquiatras e estagiários de Psicologia, que atendem pacientes de todas as idades. O acesso ao serviço se dá através de demanda espontânea ou por casos de tentativa de suicídio identificados em emergências. As atividades do núcleo foram iniciadas em 1991 e, atualmente, o núcleo é referência na Bahia e no Brasil. As ações do NEPS incluem orientação aos pacientes e familiares, e, também, a preparação de equipes de Saúde.

Mais sobre o Setembro Amarelo – No Brasil, o “Setembro Amarelo” foi criado em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), com a proposta de associar a cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.
Fotos: Ilustrativas/ Divulgação

Estado realiza até sexta-feira (13) adesão ao projeto Mais Estudo de monitoria estudantil

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realiza, até sexta-feira (13), o processo de seleção de monitores do projeto Mais Estudo. O projeto, de monitoria estudantil, é voltado para o fortalecimento das aprendizagens em Língua Portuguesa e Matemática nas escolas da rede estadual de ensino. Com o projeto, estudantes com bom desempenho escolar apoiarão outros colegas no reforço das aprendizagens e receberão uma bolsa mensal de R$ 200,00 nos próximos três meses.

Para participar do projeto, os gestores escolares devem acessar o Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), identificar o número de vagas disponíveis para a sua escola, informar dados gerais sobre os professores que atuarão como supervisores e os estudantes monitores selecionados, conforme os critérios estabelecidos no edital do Mais Estudo, sendo um deles que o estudante deve ter média igual ou superior a oito. Uma comissão da escola participará da seleção internamente.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão, fala sobre este processo. “O processo é bem simples para dar a maior agilidade na implantação do projeto, que já deverá estar em pleno funcionamento, com as monitorias sendo iniciadas no dia 16 de setembro”, afirmou.

A previsão é que sejam investidos recursos na ordem de R$ 4,5 milhões no auxílio monitoria, beneficiando 10 mil estudantes. Além de fortalecer as aprendizagens dos estudantes, o Mais Estudo também visa despertar no aluno monitor o desejo pela prática docente por meio de atividades de natureza pedagógica e contribuir com práticas inovadoras de ensino e de aprendizagem, considerando a fluidez do diálogo e a aproximação existente entre os estudantes.

Foto: Ilustrativa / Charles Carmo

Mais de 2.600 estudantes da rede estadual irão desfilar no 7 de Setembro

Mais de 2.600 estudantes, de 39 unidades escolares da rede estadual de ensino da capital e do interior, irão participar do tradicional desfile cívico do 7 de Setembro, neste sábado, que marca os 197 anos da Independência do Brasil. Em Salvador, participarão do desfile, organizado pelas Forças Armadas, seis unidades escolares da rede estadual. A Concentração será, a partir das 7h, no Colégio Odorico Tavares, no Corredor da Vitória. No trajeto, que vai até a praça Castro Alves, as bandas e fanfarras escolares deverão abrilhantar o desfile com muitas cores, sons e ritmos.

As escolas estaduais de Salvador participantes do desfile são: Colégio Estadual Ana Bernardes, localizado em Cajazeiras; Colégio Estadual Azevedo Fernandes, localizado no Pelourinho; Colégio Estadual Dinah Gonçalves, de Valéria; Colégio Estadual Luiz Viana, situado em Brotas; Colégio Estadual Prof. Carlos Alberto Cerqueira, localizado em São Caetano; e Colégio Estadual Polivalente San Diego, do Uruguai.

No interior – No interior, as fanfarras das escolas estaduais também irão abrilhantar o desfile do 7 de Setembro. Dentre as 33 escolas participantes, estão as dos Centro Estadual de Educação Profissional em Recursos Naturais do Centro Baiano (CEEP), localizado em Xique-Xique; Colégio Estadual Dr. Luiz Rogério de Souza, localizado em Barra; Colégio Estadual Paulo Américo de Oliveira, em Ilhéus; Colégio Estadual Cristina Batista, em Porto Seguro; Colégio Democrático Estadual Professora Florentina Alves dos Santos, em Juazeiro e do Centro Territorial de Educação Profissional Santa Rita de Cássia (CETEP), em Santa Rita de Cássia.

Sobre as fanfarras – As fanfarras escolares são consideradas como uma ferramenta pedagógica para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes e que também cumprem o papel de promover a integração da escola com a comunidade.

Fotos: Ilustrativa/ Divulgação

Começa o processo de seleção do projeto Mais Estudo de monitoria estudantil nas escolas estaduais

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia iniciou, nesta quinta-feira (5), o processo de seleção de monitores do projeto Mais Estudo, lançado pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, na segunda-feira (2). Trata-se de um projeto de monitoria estudantil voltado para o fortalecimento das aprendizagens em Língua Portuguesa e Matemática nas escolas da rede estadual de ensino. Com o projeto, estudantes com bom desempenho escolar apoiarão outros colegas no reforço das aprendizagens e receberão uma bolsa mensal de R$ 200 nos próximos três meses.

Para participar do projeto, os gestores escolares devem acessar o Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), identificar o número de vagas disponíveis para a sua escola, informar dados gerais sobre os professores que atuarão como supervisores e os estudantes monitores selecionados, conforme os critérios estabelecidos no edital do Mais Estudo, sendo um deles que o estudante deve ter média igual ou superior a oito. Uma comissão da escola participará da seleção internamente.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão, fala sobre este processo. “O processo é bem simples para dar maior agilidade na implantação do projeto, que já deverá estar em pleno funcionamento, com as monitorias sendo iniciadas no dia 16 de setembro”, afirmou.

A previsão é que sejam investidos recursos na ordem de R$ 4,5 milhões no auxílio monitoria, beneficiando dez mil estudantes. Além de fortalecer as aprendizagens dos estudantes, o Mais Estudo também visa despertar no aluno monitor o desejo pela prática docente, por meio de atividades de natureza pedagógica, e contribuir com práticas inovadoras de ensino e de aprendizagem, considerando a fluidez do diálogo e a aproximação existente entre os estudantes.

Fotos: Ilustrativa/ Josenildo Almeida

Sugestão de pauta Secretaria da Educação do Estado lança nesta sexta (6) a edição do #TransformaÊ 2019

A Secretaria da Educação do Estado realiza, nesta sexta-feira (6), às 14h, no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, o lançamento da edição 2019 do #TransformaÊ: Virada Educacional Bahia, que tem como tema “Sabe, eu sou escolado. Sou nota dez, tô aprovado”. O evento contará com performance de dança do grupo Black Dance, que é formado por estudantes; apresentação do RAP TransformaÊ; além de uma roda de conversa sobre o tema “Protagonismo juvenil, o engajamento para a melhoria da qualidade da educação da Bahia e o cuidado com a Escola”.

A edição do #TransformaÊ deste ano acontecerá no dia 20 de setembro, quando as escolas da rede estadual de ensino deverão promove, simultaneamente, 12 horas seguidas de atividades para integrar as escolas, as famílias e a comunidade local. Dentre as atividades, destacam-se: oficinas, apresentações culturais, jogos educativos, rodas de conversa, exposições artísticas, intervenções sociais, exibições de filmes e outras.

Serviço:

Lançamento do #TransformaÊ: Virada Educacional Bahia

Quando: 6 de setembro (sexta-feira)

Onde: Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador

Horário: 14 horas

Governo do Estado lança projeto de monitoria nas escolas para fortalecer aprendizagem dos estudantes

“A valorização do estudante transforma a educação”. Com estas palavras, a estudante e monitora escolar voluntária Estefany Santos, 16 anos, do Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia da Informação e Comunicação (CEEP- TIC), em Lauro de Freitas, definiu o lançamento, nesta segunda-feira (2), do projeto Mais Estudo, do Governo do Estado, no auditório da Secretaria da Educação do Estado (SEC). A iniciativa vai ofertar 7.400 vagas com planejamento para chegar a dez mil nas escolas estaduais. Com o projeto, os estudantes com bom desempenho irão ajudar os colegas, por meio de monitoria nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Com um investimento de R$ 4,5 milhões, os monitores receberão um auxílio mensal de R$ 200 por três meses e terão o acompanhamento de professores supervisores e coordenadores pedagógicos. Podem participar alunos do 9º ano do Ensino Fundamental; do 1°, 2° e 3º ano do Ensino Médio; e da Educação Profissional. “Nas próximas duas semanas, nós vamos chamar dez mil monitores para que eles possam, até o mês de dezembro, ajudar no reforço escolar e na aprendizagem dos outros alunos. É um verdadeiro batalhão de jovens. Este projeto vai alcançar 100% da rede estadual”, afirmou o governador Rui Costa, que recebeu um certificado por uma aula de Matemática que ele ministrou no projeto de Monitoria do CEEP TIC, em março, deste ano.

O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, explicou como funcionará a dinâmica do projeto. “Os estudantes que tiverem desempenho acima de oito serão pré-selecionados e, quando selecionados, ministrarão aulas para todos os alunos que quiserem estudar, desde aquele que tenha alguma dificuldade ou quem queira participar. Será uma carga horária semanal de oito horas, sendo que duas horas serão destinadas para ele se preparar com uma orientação pedagógica com professores de Português e de Matemática, e nas demais seis horas, eles vão para a sala de aula para fazer exercícios e revisões. Para o ano letivo de 2020, a ideia é ampliar o número de disciplinas para monitoramento”.

Segundo Estefany Santos, que fez um depoimento emocionado, a monitoria escolar abre novas perspectivas para os estudantes. “Claro que ter o reconhecimento da remuneração é importante, mas podermos ajudar os nossos colegas que são, na maioria, de baixa renda, é ajudar a mudar a realidade deles. Meu sonho é poder contribuir para melhorar o local onde eu cresci e ver este projeto chegando a todas as escolas da rede estadual vai possibilitar que outros monitores possam fazer o mesmo por seus colegas”, disse.

O estudante do 2º ano, Paulo Souza, 18, do Colégio Estadual Azevedo Fernandes, no Pelourinho, falou da expectativa de se inscrever no projeto. “Eu acho interessante porque muitos alunos se sentem mais à vontade com um colega. E para os monitores é um aprendizado, porque temos que estar conhecendo bem o assunto e praticando docência”, ressaltou.

A coordenadora pedagógica Iraneides Carvalho, do Colégio Estadual Ministro Aliomar Baleeiro, em Pernambués, destacou a importância da iniciativa. “Paulo Freire já dizia que o homem se educa na relação com o outro e, quando o aluno é valorizado, ele tende a crescer. Isso vai ajudar bastante na aprendizagem, melhorando o desempenho na escola”, afirmou.

Fotos: Josenildo Almeida

Setembro Amarelo: secretarias estaduais da Educação e da Saúde realizam nas escolas ações de prevenção ao suicídio

No mês dedicado ao “Setembro Amarelo” – campanha que visa a conscientização sobre a prevenção ao suicídio –, as secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB) realizarão nas escolas da rede estadual uma grande campanha sobre a temática. A programação será iniciada nesta terça-feira (3), às 14h, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), com a palestra “O império das imagens, a era digital e a saída suicida”. A atividade envolverá a participação dos professores e estudantes do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira, que participam do projeto Grupo de Amigos Motivadores (GAM), cujo objetivo é prestar apoio socioemocional aos colegas que sofrem de problemas a exemplo da depressão.

Além de palestras presenciais nas escolas ministradas por psicólogos e assistentes sociais, serão veiculadas palestras virtuais com diversos temas e que poderão ser acessadas por professores das redes estadual e municipais de educação, além de profissionais da atenção básica da área da Saúde e população em geral. O link das web palestras estará disponível, a partir de terça (3), nos portais das duas secretarias (www.educacao.ba.gov.br e www.saude.ba.gov.br).

A superintendente de Recursos Humanos da SEC, Rosário Muricy, falou da importância da campanha. “A Secretaria da Educação está potencializando estas ações nas unidades escolares como uma forma de mobilizar, prevenir e enfrentar o tema, pois esta é uma questão de saúde pública delicada e da maior gravidade, mas que temos a responsabilidade de enfrentar e, por isso, a SEC e a SESAB estão mais uma vez juntas em uma ação de prevenção. Nosso compromisso com o ‘Setembro Amarelo’ é desmistificar e trazer a importância de se falar sobre o tema como medida de prevenção. Assim, podemos dar início a essa batalha pela vida”, destacou.

Para a coordenadora do Programa Saúde do Professor da SEC, Elisabete Dias Assunção, é essencial que todos acessem as web palestras para terem conhecimentos sobre os temas a serem abordados. “Os conteúdos buscam conscientizar sobre os sintomas e fatores de risco, além de desconstruir mitos e enfatizar a importância do gerenciamento do autocuidado”, afirmou.

Sobre o Setembro Amarelo – No Brasil, o “Setembro Amarelo” foi criado em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), com a proposta de associar a cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa. Ao longo dos últimos anos, escolas, universidades, entidades do setor público e privado e a população de forma em geral se envolveram neste movimento que vai de norte a sul do Brasil.

Confira a programação das web palestras:

03/09 – 14h, tema: O império das imagens, a era digital e a saída suicida”

10/09 – 14h30, tema: “Riscos da automedicação”

12/09 – 14h30, tema: “Suicídio da população negra”

17/09 – 14h30, tema: “Automutilação: do desespero ao pedido de ajuda”

24/09 – 14h30, tema: “Bullying: violência e prevenção do suicídio”

*Com informações do setembroamarelo.org.br

Estados nordestinos definem lista de compras conjunta para a Educação

Ventiladores, ar-condicionados, mobiliário escolar, kits escolares e livros para acervo de bibliotecas são alguns dos itens que poderão ser comprados, conjuntamente, entre os estados nordestinos. A lista dos insumos e serviços foi definida pela Câmara Técnica Permanente de Compras e Licitações, formada por representantes das secretarias de Educação dos nove estados nordestinos, como um desdobramento do encontro realizado na quinta e nesta sexta-feira (22 e 23), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador.

O resultado do trabalho será apresentado aos secretários estaduais de Educação e ao Consórcio Nordeste, formado pelos governadores dos estados. Espera-se, com isto, a redução de custos e otimização de recursos.

Mediante participação de representantes da Procuradoria Geral do Estado, da Secretaria de Administração do Estado e da Secretaria Executiva do Consórcio Nordeste, a Câmara Técnica também discutiu as bases administrativas e jurídicas para as compras e licitações e a consolidação dos termos de referência de registro de preços. Dentre outras questões, será formatada uma planilha com levantamento e planejamento de aquisição para o período de um ano.

A diretora geral da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Roberta Santana, falou sobre os próximos passos. “Saímos deste encontro com alguns encaminhamentos, a exemplo do fechamento da ata da reunião com o levantamento de quantitativo, e a nossa proposta é pautar os secretários do Nordeste sobre a validação do trabalho para avançarmos para a fase de conclusão e contratação dos insumos que foram, efetivamente, priorizados com base nas estratégias do Nordeste”, afirmou.

O representante do Estado do Ceará, Eugênio Queiroz, fez um balanço positivo da atividade. “O encontro foi muito produtivo. Levamos para os nossos estados uma expectativa no sentido de fazer um levantamento, junto às áreas técnicas dos equipamentos, das aquisições para, no próximo encontro, já estarmos com este material pronto e iniciarmos as atas de aquisições”, afirmou.

Fotos: Claudionor Jr

Estados nordestinos definem agenda inédita de compras conjuntas para a Educação

A partir da agenda de cooperação deliberada pelo Consórcio Nordeste, formado pelos governadores da região, as secretarias de Educação de todos os estados nordestinos estão definindo uma série de compras que serão realizadas conjuntamente. As bases administrativas e jurídicas estão sendo discutidas durante encontro da Câmara Técnica Permanente de Compras e Licitações, que está sendo realizado nesta quinta e sexta-feira (22 e 23), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, com a participação de representantes de todos os estados.

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, falou que o objetivo desta cooperação é otimizar a gestão e reduzir os custos de vários insumos, além do compartilhamento de tecnologias e conhecimentos. “Começamos esta agenda com os secretários de Educação há uns cinco meses tratando de ações mais voltadas para o pedagógico. Com a iniciativa do Consórcio Nordeste, tratamos de trabalhar mais fortemente também com as partes de infraestrutura, logística e compras. É evidente a posição dos governadores, no encontro que estão realizando no Piauí, quanto à economia que teremos com esta agenda. Portanto, a postura do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (CONSED) é concluir a proposta de compras nesta atividade aqui, em Salvador, e, com muita celeridade, sair daqui com um documento bem alinhado para ser apresentado aos nossos governadores do Consórcio Nordeste”, afirmou.

A iniciativa de compras em conjunto entre vários estados é inédita na região. A partir deste alinhamento entre as secretarias, serão definidas as bases para as compras e licitações. A gestora pública e representante da Procuradoria Geral do Estado na atividade, Daniela Mota, falou como está ocorrendo este alinhamento entre os estados. “Estamos discutindo os procedimentos com as secretarias de Educação e de Administração, para que o formato cumpra todas as particularidades legais, para que possam ser executados”, afirmou.

Além de formatar e consolidar os termos de referência de registro de preços, durante os dois dias as equipes técnicas das secretarias irão discutir questões como itens a serem adquiridos, a exemplo de ventiladores e ar-condicionados. Também irão avaliar as quantidades e especificações e elaborar ata e encaminhamentos para o Consórcio Nordeste.

Representando o Estado de Pernambuco, Ednaldo Moura, falou sobre a importância da compra em parceria. “Os estados do Nordeste se uniram para fazer aquisições e contratações de serviços de forma uniformizada e mais econômica e fazer com que a efetividade desse trabalho se reflita nas políticas públicas da Educação desses nove estados. A expectativa é de arrematar uma proposição para que a gente possa leva para os secretários e governadores dos Estados, trazendo cada vez mais efetividade a essa política pública tão importante e imprescindível para a sociedade, que é a Educação”.

Também participam do encontro, representantes da Procuradoria Geral do Estado, da Secretaria da Administração do Estado e da Secretaria Executiva do Consórcio Nordeste.

Fotos: Claudionor Jr

Estudantes revisam conteúdos de Literatura, Geografia, Inglês e Redação durante Aulões ENEM 100%

Estudantes da rede estadual da Região Metropolitana e de Salvador vivenciaram, nesta terça-feira (20), o segundo dia dos Aulões ENEM 100%, projeto promovido anualmente pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), com o objetivo de fortalecer as aprendizagens para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que acontecem nos dias 3 e 10 de novembro. Esta é a segunda semana de aulões do ano, que prossegue até sexta-feira (23), no auditório da SEC, com transmissão, ao vivo, pelo portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). As aulas revisadas pela manhã foram das disciplinas de Literatura e Geografia e pela tarde, Inglês e Redação.

Nesta terça-feira, participaram os alunos dos colégios estaduais Polivalente, de Candeias; Kleber Pacheco de Oliveira, de Lauro de Freitas; Alaor Coutinho, de Mata de São João; e o Colégio da Polícia Militar Francisco Pedro de Oliveira, de Candeias. Tatiane Maria dos Santos Costa, 15, do 3º ano, do Colégio da Polícia Militar Francisco Pedro de Oliveira, em Candeias, fala sobre a importância dos Aulões ENEM 100% na fixação dos conteúdos. “Eu acho o projeto muito interessante, porque é uma forma de ter uma interação entre alunos e professores, e isso nos prepara mais para enfrentar a prova. Eu tenho um pouco de dificuldade em Linguagens, então a aula de Literatura me ajudou muito”, disse.

O professor de Geografia, Sergio Silva, deu orientações importantes para que os estudantes tenham um bom desempenho na prova. “As provas do ENEM trazem no próprio enunciado, que introduz a questão, algumas dicas que já ajudam o aluno a perceber a resposta. Para o estudante poder interpretar com segurança, ele precisa ter um conhecimento prévio. Nos aulões, é uma oportunidade de revisar os conteúdos, sinalizando para eles o que está nas entrelinhas do enunciado, que podem ajudá-los na resposta”, destacou.

A SEC ainda promoverá mais dois Aulões ENEM 100% nos seguintes períodos: de 23 a 27 de setembro e de 7 a 11 de outubro, nos turnos matutino (das 9h às 12h) e vespertino (das 14h às 17h), contemplando, no total, 6.400 alunos.

Fotos: Josenildo Almeida