NTE22 reúne gestores para discutirem sobre os colegiádos escolares

001

O NTE22 reuniu nesta terça (21 de março) os gestores de suas unidades de ensino para discutirem sobre os colegiados escolares. Foram colocadas em pauta questões como a ampliação do diálogo, o combate à centralização e ao autoritarismo nas escolas, a legitimação da representatividade, o fortalecimento da gestão participativa, além de elucidar diversas duvidas dos gestores.

O Colegiado Escolar tem a função de promover a participação e acompanhamento das ações pedagógicas, administrativas e financeiras da escola. Ele é composto pelo diretor da unidade escolar e representantes de professores, funcionários, estudantes, pais, mães ou responsáveis.

A rede pública estadual de ensino iniciou a mobilização dos membros da comunidade para participar da gestão escolar no biênio 2017/2019, seguindo as orientações divulgadas no Diário Oficial do Estado no dia 8 deste mês, com as diretrizes e os procedimentos básicos para o processo eletivo do Colegiado Escolar nas unidades de ensino.

Secretaria da Educação do Estado prorroga prazo de adesão ao Programa Todos pela Alfabetização

A Secretaria da Educação do Estado prorrogou até a próxima sexta-feira (10) o prazo para que as prefeituras e entidades dos movimentos social e sindical de toda a Bahia possam aderir à décima etapa do Programa Todos Pela Alfabetização (TOPA). Com o TOPA, 1,4 milhão de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos, que não puderam efetuar os estudos na idade regular, foram alfabetizados na Bahia.  

 Topa   (299)

Para a adesão, as prefeituras já parceiras ou interessadas podem entrar em contato com o setor de Sistema do Programa TOPA, através do e-mail topa.sistema@educacao.ba.gov.br para posterior liberação de acesso ao Sistema Gestão TOPA. Em seguida, devem preencher o formulário, disponível no sistema pelo site www3.sec.ba.gov.br/gsec/gestaotopa, e imprimir duas vias do Termo de Adesão assinadas pelo prefeito e secretário municipal de educação. O termo e a documentação devem ser encaminhados, via Sedex, para a Coordenação de Avaliação e Monitoramento do Programa TOPA, até às 18h, da data limite, para o seguinte endereço: Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Coordenação de Programa Especiais (COPE), Programa Todos pela Alfabetização (TOPA), Avenida Luiz Viana Filho, nº 550, 5ª Avenida, 4º andar, Centro Administrativo da Bahia – CAB/Salvador – BA, CEP: 41.745-004.

Ações do TOPA em 2016 (10)

Com relação às entidades que tenham interesse em firmar a parceria com o Programa, devem se dirigir aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e procurar o supervisor territorial para o processo de adesão. Posteriormente, a Coordenação de Avaliação e Monitoramento enviará ofício informando sobre a aprovação ou não da entidade. Caso sejam aprovadas, as instituições parceiras serão autorizadas a realizar o cadastramento dos alfabetizandos, a partir da definição de metas para cada município, pela Coordenação Geral do programa.

Fotos: Divulgação

Alunos do Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães de Aiquara revivem os antigos carnavais

IMG-20170223-WA0039

O Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, Aiquara, realizou hoje 23/02 o seu I Baile de Carnaval – Revivendo Velhos Carnavais. O evento teve como motivação o Projeto das disciplinas Língua Portuguesa, Redação e Letramento
Linguístico do terceiro ano do Ensino Médio em Tempo Integral, orientado pela professora Indira Duque, onde foram trabalhados textos sobre o Carnaval no Brasil e no mundo, relatando origem, história e evolução, as músicas (marchinhas, samba-enredo, frevo e axé) e também o bônus e o ônus do Carnaval no Brasil abordando os aspectos econômicos, sociais e Cultural.

A pesquisa resultou em um seminário sobre o tema realizado pela turma e apresentado à comunidade escolar, oficina de confecção de máscaras carnavalescas, desfile de fantasias e um animado baile ao som de marchinhas.

Secretaria orienta estudantes sobre conservação de livros

entrega-de-fardas-e-livros-002
Os livros didáticos são indispensáveis para o processo de ensino e de aprendizagem, se tornam parte da rotina diária dos estudantes e em muitos casos são reaproveitados de uma série para outra por estudantes diferentes. Nesse sentido, a Secretaria da Educação do Estado presta algumas orientações para evitar o desgaste do material e que contribuem para a conservação desta importante fonte de conhecimento.
Forrar os livros é uma ótima alternativa para a conservação. Os estudantes podem utilizar plásticos e outros matérias como diferentes tipos de papeis para customizar as capas. Podem utilizar até fotografias. A ideia, segundo a coordenadora do Livro Didático da Secretaria da Educação do Estado, Alessandra Santana, é deixar a criatividade fluir para proteger os livros.
“É necessário que as unidades escolares promovam uma constante ação de conscientização por meio dos professores, colegiado escolar, líderes de classe e familiares para que os livros sejam bem conservados. Sugerimos que sejam produzidos cartazes com orientações, organizar o Dia do Encapamento para que os alunos usem a criatividade dentro da disciplina de Artes, promover concursos de capas e premiar as turmas com o maior número de livros bem conservados”, recomenda Alessandra Santana.
A coordenadora ressalta a importância da participação da família no cuidado com o material didático dos filhos. “Os pais também podem fiscalizar e conscientizar os estudantes, orientando-os a manter os livros em local apropriado, arejado e sem umidade. Além disso, não devem riscar, rasurar ou rasgar as páginas e capas, porque os mesmos serão devolvidos para serem reutilizados por outros estudantes, seguindo o triênio da campanha”, esclarece.
Os livros didáticos são solicitados pelas escolas diretamente ao Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e todos os exemplares disponibilizados são aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Uma vez entregues, passam a ter dominialidade das escolas, que realizam a entrega aos estudantes.

NTE22 promove a coleta seletiva de inservíveis nas escolas estaduais

WhatsApp Image 2017-02-08 at 14.58.22

Um problema recorrente nas unidades de ensino, o acumulo de materiais inservíveis veio ao longo dos anos gerando dificuldades aos gestores escolares. Ciente do problema, o NTE22, por meio da Coordenação de organização e atendimento à rede escolar – COARE, uniu esforços com a direção das escolas a fim de promover o descarte adequado do material acumulado.

No final de 2016 as primeiras escolas do território receberam a visita da Cooperativa de Catadores Recicla Jequié – Cooperj, cooperativa escolhida para implantar a coleta seletiva dos livros desatualizados, carteiras irrecuperáveis e demais inservíveis. Já foram recolhidos mais de 37 mil livros e 2600 carteiras e outros 60 mil livros e 1100 carteiras ainda serão recolidas ao longo de 2017.

Jornada Pedagógica mobiliza escolas e comunidades para o planejamento do ano letivo 2017

A Secretaria da Educação do Estado promoveu, de 1º a 3 de fevereiro, a Jornada Pedagógica para o planejamento do ano letivo 2017. Trata-se de um espaço coletivo de organização do trabalho pedagógico, que envolve professores e gestores em todas as escolas estaduais e que, também, é aberto para estudantes, famílias e representantes das comunidades locais. Neste ano, a jornada teve como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar” e acontece em dois momentos, tendo a segunda etapa programada para o dia 21 de julho.

001

A Jornada Pedagógica traz atividades diversificadas para o fortalecimento de práticas educativas e socialização de metodologias que despertem o interesse, a participação e a aprendizagem dos estudantes. Durante os três dias de trabalho, os participantes fizeram uma avaliação do ano letivo de 2016 e discutiram o Projeto Político Pedagógico das escolas, além do planejar as atividades interdisciplinares a serem realizadas em cada unidade escolar em 2017.

002

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, falou sobre a importância deste momento. “Estamos trabalhando intensamente para que 2017 seja marcado pela mudança do eixo pedagógico nas escolas da rede. Estamos fazendo todos os esforços para que toda unidade escolar tenha o seu coordenador pedagógico e diversas atividades. Este ano, ganhamos mais 30 escolas em Tempo Integral. Vamos trabalhar muito, também, para a introdução da tecnologia, mas a tecnologia é apenas uma ferramenta. O mais importante é o espírito da escola, que é o seu conteúdo pedagógico, e este só pode ser tocado com o envolvimento das pessoas neste projeto”, afirmou.

003

O NTE22 fez questão de visitar as escolas do território reafirmando os objetivos propostos para a jornada e ouvindo os apelos dos professores, pais e alunos presentes. Foram tratados temas como a influência da família na vida escolar dos alunos, as reformas necessária na estrutura física das escolas, a importância da interação da comunidade local com a unidade ecolar, as dificuldades e desafios esperados para o ano letivo, entre outros.

004

Conteúdos online - Como parte do suporte para a Jornada Pedagógica, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia disponibiliza uma série de materiais de apoio no Portal da Educação. Pelo endereço (http://jornadapedagogica.educacao.ba.gov.br) é possível acessar a programação da Jornada e as informações sobre os projetos estruturantes. Também estão disponíveis materiais de apoio aos professores, como Plano de Aula, Plano de Unidade por Componente Curricular e Plano por Área de Conhecimento. O Portal oferece, ainda, os instrumentos de avaliação das experiências positivas e os ajustes que devem ser feitos para o sucesso das atividades desenvolvidas, dando subsídios para o fortalecimento do trabalho pedagógico, durante o ano letivo.

Gestores escolares iniciam planejamento do ano letivo

A Secretaria da Educação do Estado está mobilizando os gestores escolares para o planejamento do Ano Letivo 2017, promovendo, de 11 a 26 de janeiro, a Pré-Jornada Pedagógica nos 27 Núcleos Regionais de Educação (NRE). Em Jequié, a atividade foi realizada, nesta segunda-feira (23), no auditório do NRE22.

004

A ação visa orientar e estabelecer diretrizes para a realização da Jornada Pedagógica 2017, que tem como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar” e acontecerá em dois momentos: na primeira etapa, de 1 a 3 de fevereiro, e, na 2ª etapa, no dia 21 de julho.

003

Na Pré-Jornada os gestores escolares e diretores dos NRE organizam os trabalhos, além de discutirem procedimentos gerenciais e pedagógicos. São também socializados e disponibilizados materiais de apoio para a realização das atividades programadas, buscando o alinhamento das ações para a Jornada Pedagógica em todos os Territórios de Identidade.

Nre22 participa do I Seminário de Acolhimento do Programa 1° Emprego

O Núcleo Regional de Educação de Jequié (NRE 22) deu as boas vindas aos primeiros alunos selecionados pelo Programa Primeiro Emprego que irão atuar nas Unidades Escolares pertencentes ao território. O encontro aconteceu na manhã desta quarta-feira (18) no I Seminário de Acolhimento do Programa Primeiro Emprego, realizado no Anfiteatro Manoel Sarmento – Campus UESB Jequié.

primeiro emprego

O Programa Primeiro Emprego, lançado pelo Governo do Estado da Bahia, tem como objetivo inserir os jovens egressos e alunos da Educação Profissional no mercado de trabalho, visando o combate ao desemprego dos jovens em nosso estado.

Os estudantes formados pela Rede Estadual de Educação Profissional serão os principais beneficiados com o programa, que contemplará nove mil jovens da capital e do interior, sendo 4,5 mil vagas até novembro de 2017 e mais 4,5 mil até novembro de 2018, ofertando-lhes a primeira oportunidade de emprego. Serão disponibilizadas vagas tanto no setor público, quanto nas mais de 80 empresas que manifestaram interesse em participar.

Os jovens empregados terão todos os direitos trabalhistas garantidos, incluindo bolsa de um salário mínimo, carteira assinada, ticket refeição, vale transporte e, caso tenham interesse, associação ao Planserv (Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais).

Além da inserção dos jovens no mercado de trabalho, o programa contribuirá para aprimorar a qualidade do ensino na rede estadual, uma vez que permitirá uma avaliação prática do conteúdo ensinado em sala de aula, reduzirá a vulnerabilidade socioeconômica, aprimorará os conhecimentos dos jovens e, conseqüentemente, melhorará a qualidade do funcionamento dos serviços públicos.

Saiba mais sobre o Programa Primeiro Emprego.

Abertas as inscrições para curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT), abre nesta quarta-feira (18/01) as inscrições para cerca de 2 mil vagas na segunda edição do Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais (Cate). A formação será destinada aos professores e coordenadores pedagógicos que não realizaram a primeira edição do curso. As inscrições devem ser feitas até 01 de fevereiro 2017, no portal da educação.

De acordo com o diretor-geral do Instituto Anísio Teixeira, Severiano Alves, “a formação tem como objetivo fortalecer a qualidade do ensino na rede pública, com o aperfeiçoamento da atuação de professores e coordenadores pedagógicos para o uso das tecnologias educacionais”. A diretora de Educação a Distância e Tecnologias educacionais, Kátia Ramos, explica que todo o curso será realizado utilizando o Ambiente Virtual de Aprendizagem do Instituto. “Como o curso será a distância, faremos uso de uma estrutura tecnológica que permitira aos cursistas o contato com as nossas mídias e tecnologias educacionais desde o momento da inscrição”, afirmou.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destaca que esta é mais uma importante iniciativa do governo da Bahia de valorização dos profissionais da educação. “Esta formação dos professores e coordenadores pedagógicos reflete diretamente na melhoria da qualidade da educação. Além disso, com este curso, estamos buscando inserir cada vez mais a Inovação e a Tecnologia no processo de ensino e aprendizagem”, disse.

Requisitos para inscrição – Para participar da segunda edição do Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologia Educacional é preciso ser servidor ocupante de cargo permanente de professor ou coordenador pedagógico e, ter concluído ou vier a concluir, com aprovação, o estágio probatório entre o dia 01/01/2014 a 31/12/2015, conforme disposto no artigo 8º da Lei 13.185/2014. Também é preciso estar em efetivo exercício no âmbito da Secretaria da Educação, ou legalmente afastado para exercício de mandato eletivo em entidade sindical. O educador deverá realizar a sua inscrição,  no período de 06 a 23 de janeiro 2017.

Cancelamento – As inscrições para o Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais, segunda edição – CATE 2, efetivadas nos dias 5 e 6 de janeiro, foram canceladas, devido a publicação da Portaria 120/2017, que tornou sem efeito a portaria 80/2016.

Clique aqui para fazer a inscrição

PORTARIA N°.325 /2017